O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • 1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • 2. O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.3. URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • 3. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • 4. As ilustrações, figuras e tabelas devem estar posicionadas dentro do texto em seu local apropriado. Caso necessário, os autores deverão submeter ilustrações e figuras em formato próprio, a pedido da editoração.

Diretrizes para Autores

INSTRUÇÕES PARA ENVIO DE ARTIGO
A Revista PROSPECTUS adota as regras de preparação de manuscritos que seguem os padrões da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT (NBR 10520, NBR 6022, NBR 6023, NBR 6024, NBR 6027, NBR 6028), que se baseiam no padrão Internacional - ISO (International Organization for Standardization).


INSTRUÇÕES PARA ENVIO
O artigo submetido deve ser digitado em espaço duplo, papel tamanho A4 (21 x 29,7), com margem superior de 2,5 cm, inferior 2,5, esquerda 2,5, direita 2,5, sem numerar linhas, parágrafos e as páginas; as legendas das figuras e as tabelas devem vir no local do texto, no mesmo arquivo. O texto não deve exceder a 10.000 palavras. O manuscrito que não estiver de acordo com as instruções a seguir em relação ao estilo e ao formato será devolvido sem revisão pelo Conselho Editorial.Os autores podem retirar dúvidas quanto a submissão consultando o editor chefe, Prof. Dr. Joaquim M. F. Antunes Neto, pelo e-mail joaquim.antunes@fatec.sp.gov.br


FORMATO DOS ARQUIVOS
Para o texto, usar editor de texto do tipo Microsoft Word para Windows ou equivalente, fonte Arial, tamanho 12; as figuras deverão estar nos formatos JPG, PNG ou TIFF.


A legenda deve ser clara, breve e objetiva, com ponto final. Deve ficar sem negrito, precedida da palavra figura numerada consecutivamente, com algarismos arábicos, em negrito e na ordem de sua ocorrência no texto. Os textos de legenda podem ser justificados, alinhados à esquerda ou à direita, e posicionados ao lado ou abaixo da figura. As figuras já publicadas devem conter a fonte de onde foram extraídas, localizada abaixo da legenda e grafada em fonte menor que a do texto e com espaçamento simples entre linhas.

Artigos

FORMATO DAS PUBLICAÇÕES


ARTIGO DE REVISÃO
São textos que têm por objeto resumir, analisar, avaliar ou sintetizar trabalhos de investigação já publicados em periódicos científicos. Deve apresentar uma análise crítica, ponto de vista ou avaliação que favoreça a discussão de novas ideias ou perspectivas, sobre temas de relevância para o conhecimento pedagógico, científico, universitário ou profissional. Podem ser uma síntese de investigações, empíricas ou de construtos teóricos, já publicados, que levem ao questionamento de modelos existentes e à elaboração de hipóteses para futuras pesquisas. Deve considerar a estrutura proposta para “Artigo Original”.

ARTIGO ORIGINAL
Um artigo original deve conter a formatação acima e ser estruturado com os seguintes itens, cada um começando por uma página diferente:
Página título: deve conter (1) o título do artigo, que deve ser objetivo, mas informativo; (2) nomes completos dos autores; instituição (ões) de origem, com cidade, estado e país, se fora do Brasil; (3) nome do autor correspondente, com endereço completo e e-mail de todos os autores.


Resumo: deve conter (1) o resumo em português, com não mais do que 250 palavras, estruturado de forma a conter: introdução e objetivo, materiais e métodos, discussão, resultados e conclusão; (2) três a cinco palavras-chave, que não constem no título do artigo. Usar obrigatoriamente, na área de saúde, termos do Medical Subject Headings, do Index Medicus (http://www.nlm.nih.gov/mesh/); (3) o resumo e título em inglês (abstract), representando a tradução do resumo para a língua inglesa; (4) três a cinco palavras-chave em inglês (key words).


Introdução: deve conter (1) justificativa objetiva para o estudo, com referências pertinentes ao assunto, sem realizar uma revisão extensa e o objetivo do artigo deve vir no último parágrafo.


Materiais e Métodos: deve conter (1) descrição clara da amostra utilizada; (2) termo de consentimento para estudos experimentais envolvendo humanos; (3) identificação dos métodos, materiais (marca e modelo entre parênteses) e procedimentos utilizados de modo suficientemente detalhado, de forma a permitir a reprodução dos resultados pelos leitores; (4) descrição breve e referências de métodos publicados, mas não amplamente conhecidos; (5) descrição de métodos novos ou modificados; (6) quando pertinente, incluir a análise estatística utilizada, bem como os programas utilizados. No texto, números menores que 10 são escritos por extenso, enquanto que números de 10 em diante são expressos em algarismos arábicos. Artigos de Revisão deverão apresentar a natureza da pesquisa, quais bases de dados utilizadas, número de obras levantadas (livros, revistas científicas, jornais, documentos, etc.), critérios de inclusão/exclusão de material bibliográfico levantado e período determinado para a busca de material bibliográfico.


Resultados: deve conter (1) apresentação dos resultados em sequência lógica, em forma de texto, tabelas e ilustrações; evitar repetição excessiva de dados em tabelas ou ilustrações e no texto; (2) enfatizar somente observações importantes.


Discussão: deve conter (1) ênfase nos aspectos originais e importantes do estudo, evitando repetir em detalhes dados já apresentados na Introdução e nos Resultados; (2) relevância e limitações dos achados, confrontando com os dados da literatura, incluindo implicações para futuros estudos; (3) ligação das conclusões com os objetivos do estudo.


Conclusão/Considerações Finais: deve ser obtida a partir dos resultados obtidos no estudo e responder os objetivos propostos.


Agradecimentos: deve conter (1) contribuições que justificam agradecimentos, mas não autoria; (2) fontes de financiamento e apoio de uma forma geral.


Citação: deve utilizar o sistema autor-data. Fazer a citação com o sobrenome do autor (es) seguido de data separado por vírgula e entre parênteses. Exemplo: (SILVA, 2015). Até três autores, mencionar todos (SILVA; ROCHA; PIMENTA, 2015); usar a expressão “colaboradores”, para quatro ou mais autores, usando o sobrenome do primeiro autor e a expressão. Exemplo: (COSTA e colaboradores, 2015). 
Citação indireta no texto: São transcrições ou reproduções da idéia do texto original sendo transcritas com outras palavras. Nesta citação é importante a indicação de autoria, porém não necessita das aspas e a paginação é um elemento opcional. Ex.: Segundo Freire (2005), todo ser se transforma ou se desenvolve dentro de si mesmo, nas relações de suas contradições.


A citação poderá ser parafraseada e direta. Citações de até três linhas devem estar inseridas no corpo do texto e contidas entre aspas duplas. Citações de mais de três linhas devem ser destacadas com recuo de 4 cm da margem esquerda com letra menor que a do texto (Arial 10), espaço simples entre linhas e sem aspas. Para enfatizar trechos da citação, deve-se destacá-los indicando esta alteração com a expressão “grifo nosso” entre parênteses após a chamada da citação ou “grifo do autor”, caso o destaque já faça parte da obra consultada. As citações devem vir acompanhadas das referidas fontes, ano de publicação e paginação, respectivamente, respeitando os direitos autorais do autor: (FREIRE, 2005, p. 40).

Citação com reticências: é usada quando houver omissão de parte do texto transcrito no início, no meio ou final da citação, usa-se a reticência entre colchetes. Com omissão no início da citação: Ex.: “[...] uma família dominava o sistema postal europeu, a Tassis ou Taxis ( o termo “táxi”, atualmente de uso internacional, é derivado do seu nome). Foi essa família, dona dos correios dos imperadores Habsburgo a partir de 1490, que desenvolveu o sistema usual, operando de acordo com uma tabela fixa”. (BRIGGS ; BURKE,2006, p.33).
Com omissão no final da citação: Ex.: “A tarefa de administrar a visibilidade dos líderes políticos através da mídia assumiu uma importância ainda maior. Há algumas semelhanças com os tipos de estratégias empregadas pelos governantes como Luís XIV, mas as condições sociopolíticas da administração da visibilidade neste século XX já são bem diferentes das que prevaleceram nos inícios do século XIX [...]”. (BRIGGS ; BURKE,2006, p.123).


Com omissão no meio da citação: Ex.: [...] tentar fazer o futuro acontecer é arriscado; mas é uma atividade racional. E é menos arriscado do que continuar a trajetória com a confortável convicção de que nada vai mudar [...]. O propósito da tarefa de construir o futuro não é decidir o que deve ser feito amanhã, mas o que deve ser feito hoje, para que haja um amanhã [...]. Impor ao futuro, que ainda não nasceu, uma nova idéia que tenda a dar uma direção e um formato ao que está por vir. Isso poderia ser chamado de fazer o futuro acontecer. (FARIAS, 2005, p. 147).


Referências: as referências devem ser escritas em sequência alfabética. O estilo das referências deve seguir as normas da Revista PROSPECTUS e os exemplos mais comuns são mostrados a seguir. Deve-se evitar utilização de “comunicações pessoais” ou “observações não publicadas” como referências. Segundo a norma, as referências são alinhadas à margem esquerda da página com espaçamento simples entre linhas e separadas entre si por espaço duplo. Segue alguns exemplos de referências:


Livro de um ou dois autores: 
TRAVAGLIA, Luiz C. Gramática e interação: uma proposta para o ensino de gramática. 12 ed. São Paulo: Cortez, 2008. 
LIBERATO, Yara; FULGÊNCIO, Lúcia. Um modelo de descrição da leitura. In: É possível facilitar a leitura: um guia para escrever claro. São Paulo: Contexto, 2007.


Com mais de três autores: 
KAHN, T. et al. O dia a dia nas escolas. São Paulo: Instituto Latino-Americano das Nações Unidas para a Prevenção do Delito e Tratamento do Delinquente; Instituto Sou da Paz, 1999.


Revista científica: 
MÉNDEZE, G. Origem, sentido e futuro dos direitos humanos: reflexões para uma nova agenda, Revista SUR: Revista Internacional de Direitos Humanos, São Paulo, v. 1, n.1, p. 12, 2004.


Monografia, Tese e Dissertação: 
NUNES, Affonso Henrique da Silva Real. A educação informal para o consumo infantil e juvenil na televisão e na mídia, 2011. 225 fls. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, 2011.

Trabalhos apresentados em congressos: 
CARVALHO, A. M. S.; PONTES, R. B. Leitura como expressão de aprendizagem para a vida: ações docentes. In: XIV CONGRESSO DE LEITURA DO BRASIL, 2003, Campinas, Anais... p. 250-251.


Em meio eletrônico: 
FONSECA, A. M. E. O discurso das mudanças e a comunicação organizacional. In: XXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Salvador/BA:2002. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2008/resumos/R3-0730-1.pdf. Acesso em: 19 nov. 2004, 01:26:10.


TABELAS
As tabelas devem ser numeradas sequencialmente em algarismo arábico e ter títulos sucintos, assim como, podem conter números e/ou textos sucintos (para números usar até duas casas decimais após a vírgula; e as abreviaturas devem estar de acordo com as utilizadas no corpo do texto; quando necessário usar legenda para identificação de símbolos padrões e universais). As tabelas devem ser criadas a partir do editor de texto Word ou equivalente, com no mínimo fonte de tamanho 10.
A palavra “Tabela” deve vir na parte superior da mesma, seguida do número de ordem (em algarismos arábicos) de acordo com a ocorrência da mesma no texto e o título que explique seu conteúdo. A fonte de onde foi extraída deve ser colocada logo abaixo da tabela. Sua localização deve ser a mais próxima do texto, ou conforme a apresentação gráfica do trabalho. A fonte deve ser menor que a do texto e o espaçamento entre linha simples. Devem ser citados no texto em ordem sequencial e suas citações devem vir entre parênteses ou integrada ao texto. Não se deve usar traços horizontais e verticais no corpo da tabela e nem fechar as laterais.


FIGURAS
Serão aceitas fotos ou figuras em preto-e-branco. Figuras coloridas são incentivadas pelo Editor, pois a revista é eletrônica, processo que facilita a sua publicação. Não utilizar tons de cinza. As figuras quando impressas devem ter bom contraste e largura legível. Os desenhos das figuras devem ser consistentes e tão simples quanto possíveis. Todas as linhas devem ser sólidas. Para gráficos de barra, por exemplo, utilizar barras brancas, pretas, com linhas diagonais nas duas direções, linhas em xadrez, linhas horizontais e verticais. A Revista PROSPECTUS desestimula fortemente o envio de fotografias de equipamentos e animais. Utilizar fontes de no mínimo 10 pontos para letras, números e símbolos, com espaçamento e alinhamento adequados. Quando a figura representar uma radiografia ou fotografia sugerimos incluir a escala de tamanho quando pertinente. A resolução para a imagem deve ser de no máximo 300 dpi afim de uma impressão adequada.
A legenda deve ser clara, breve e objetiva, com ponto final. Deve ficar sem negrito, precedida da palavra figura numerada consecutivamente, com algarismos arábicos, em negrito e na ordem de sua ocorrência no texto. Os textos de legenda podem ser justificados, alinhados à esquerda ou à direita, e posicionados ao lado ou abaixo da figura. As figuras já publicadas devem conter a fonte de onde foram extraídas, localizada abaixo da legenda e grafada em fonte menor que a do texto e com espaçamento simples entre linhas.

DUPLA SUBMISSÃO
Os artigos submetidos à Revista PROSPECTUS serão considerados para publicação somente com a condição de que não tenham sido publicados ou estejam em processo de avaliação para publicação em outro periódico, seja na sua versão integral ou em parte. A Revista PROSPECTUS não considerará para publicação artigos cujos dados tenham sido disponibilizados na Internet para acesso público. Se houver no artigo submetido algum material em figuras ou tabelas já publicado em outro local, a submissão do artigo deverá ser acompanhada de cópia do material original e da permissão por escrito para reprodução do material.


CONFLITO DE INTERESSE
Os autores deverão explicitar, através de formulário próprio (Divulgação de potencial conflito de interesses), qualquer potencial conflito de interesse relacionado ao artigo submetido.
Esta exigência visa informar os editores, revisores e leitores sobre relações profissionais e/ou financeiras (como patrocínios e participação societária) com agentes financeiros relacionados aos produtos farmacêuticos ou equipamentos envolvidos no trabalho, os quais podem teoricamente influenciar as interpretações e conclusões do mesmo. A existência ou não de conflito de interesse declarado estarão ao final dos artigos publicados.


REVISÃO PELOS PARES
Todos os artigos submetidos serão avaliados por ao menos dois revisores com experiência e competência profissional na respectiva área do trabalho e que emitirão parecer fundamentado, os quais serão utilizados pelos Editores para decidir sobre a aceitação do mesmo.
Os critérios de avaliação dos artigos incluem: originalidade, contribuição para corpo de conhecimento da área, adequação metodológica, clareza e atualidade.
Os artigos aceitos para publicação poderão sofrer revisões editoriais para facilitar sua clareza e entendimento sem alterar seu conteúdo.


CORREÇÃO DE PROVAS GRÁFICAS
Logo que prontas, as provas gráficas em formato eletrônico serão enviadas, por e-mail, para o autor responsável pelo artigo. Os autores deverão devolver, também por e-mail, a prova gráfica com as devidas correções em, no máximo, 72 horas após o seu recebimento. O envio e retorno das provas gráficas por correio eletrônico visa agilizar o processo de revisão e posterior publicação das mesmas.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.